Experiência Estética: “Uma aventura no mundo de Tarsila”

 

Olá professoras;

Antes de contar para vocês como tem sido o trabalho com a sequência didática “Uma aventura no mundo de Tarsila” com o meu grupo de crianças, gostaria de apresentar brevemente quem foi Tarsila do Amaral, o que é a arte moderna e  porque propor experiências estéticas a partir das obras desta artista brasileira:

  • Quem foi Tarsila do Amaral?

Tarsila do Amaral nasceu em 1 de setembro de 1886, no Município de Capivari, interior do Estado de São Paulo. Filha do fazendeiro José Estanislau do Amaral e de Lydia Dias de Aguiar do Amaral, passou a infância nas fazendas de seu pai. Estudou em São Paulo, no Colégio Sion e depois em Barcelona, na Espanha, onde fez seu primeiro quadro, ‘Sagrado Coração de Jesus’, 1904. Gostava tanto de pintar diferente, que ajudou a mudar os rumos da pintura no  Brasil. Tarsila foi um dos nomes mais importantes do movimento modernista brasileiro. Morreu em janeiro de 1973, aos oitenta e seis anos.

  • O que é arte moderna?

A Arte Moderna é o conjunto de expressões artísticas cujo início, no Brasil, foi marcado pela Semana da Arte Moderna. Abrange especialmente a arquitetura, a escultura, a literatura e a pintura, no período compreendido entre os séculos XIX e XX. Nesse período houve uma quebra dos modelos impostos pelas formas clássicas do Romantismo e do Realismo, que ditavam e limitavam a criatividade dos artistas. Por meio do movimento modernista, os artistas foram encorajados a deixar de lado modelos cheios de regras, fazendo surgir assim, inúmeras maneiras de se expressar mais livremente, sendo que as características desse movimento, são: 

-o  rompimento com os modelos preestabelecidos do passado;

– a busca por novas formas de manifestar a imaginação e a criatividade;

– o uso de cores vibrantes e vivas;

– imagens deformadas, formas cúbicas;

–  e cenas sem sentido.

  • Por que propor experiências estéticas a partir das obras desta artista brasileira?

Como vimos, Tarsila do Amaral, foi uma das principais representantes do movimento da arte moderna  no Brasil, e, é exatamente aqui que surge meu interesse em desenvolver com meu grupo de crianças, experiências de ensino-aprendizagem a partir desse movimento artístico, porque ele rompe com  estereótipos e propõe obras de artes que quebram antigos paradigmas do “belo”. Ou seja, por meio de imagens de cores vibrantes e formas que desafiam o olhar, nós professoras, potencializamos a capacidade e expressão criadora de nossos alunos.

Desta forma, o livro  de Mércia M. Leitão e Neide Duarte, “UMA AVENTURA NO MUNDO DE TARSILA”,pode ser um excelente recurso para o desenvolvimento de uma sequência didática, haja vista que,as autoras por meio do personagem Rafa, que é uma criança, nos leva viajar nas obras de Tarsila do Amaral (clique aqui e conheça as obras apresentadas no livro), criando um enredo que instiga a imaginação infantil, permite à criança interagir com as obras e a produzir suas releituras, como nessa atividade em que as autoras questionam o leitor sobre como seria o ABAPORU se estivesse em pé:

Então pessoal, como podemos ver, a maneira como as autoras do livro desafiam o leitor, não induzem a criança reproduzir ou tentar copiar o  ABAPORU original, mas sim a imaginar e a recriar a partir de elementos da própria obra. O exemplos que apresento aqui, retratam exatamente isso, as cores e as formas da obra original estão presentes nas releituras realizadas pelas crianças, contudo com elementos daquilo que foi solicitado na atividade, imaginar o Abaporu em pé.

Vem com a gente e acompanhe o resultado desse trabalho!

Abraço;

Eliane

Fonte: http://www.suapesquisa.com/artesliteratura/artemoderna/

https://www.todamateria.com.br/arte-moderna/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *