Brincadeiras Primordiais: Jogo de extrair superfícies contínuas

 
Segundo Ortiz e Carvalho (2012, p. 108), este tipo de brincadeira consiste em
 
[…] ações de explorar superfícies, que observamos tanto na brincadeira citada, quando o bebê mexe no rosto do adulto, descobrindo seus buracos e saliências, como naqueles momentos em que o bebê se lambuza com a comida, a papa, a sopa, o muco, a baba. A criança experimenta com isso a construção de uma película, ou seja, a ideia de um contorno, um invólucro, a noção de limite corporal. […]
 
 
Para essas autoras este tipo de brincadeira é primordial porque nessa faixa etária o bebê explora o mundo que o rodeia a partir de seu próprio corpo, já que para ele, “o corpo e o espaço coincidem”.
 

Para conhecer algumas dicas pedagógicas de brincadeiras que exploram o jogo de extrair superfícies contínuas clique aqui.

Referências: Ortiz, Cisele; De Carvalho, Maria Teresa Venceslau. Interações: ser professor de bebês – cuidar, educar e brincar, uma única ação. Coleção Interações, 2012,  São Paulo,Ed. Blucher. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *