Ação pedagógica com bebês: Um mundo de sensações a descobrir!

Pautando-se nos estudos de Vygotski, Arce (2009, p. 113) destaca que no decorrer da primeira infância, a qual corresponde do primeiro ao terceiro ano de vida, há uma estreita relação entre as funções motoras e as funções sensoriais, sendo que,

[…] Em todo esse período a percepção encontra-se unida à ação, sendo praticamente impossível inferi-las em separado. Em seus trabalhos, Vygotski considerou que o desenvolvimento da percepção é, na primeira infância, a base sobre a qual se consolida o desenvolvimento das demais funções, considerando-na predominante nas crianças pequenas.
Desse modo, o planejamento intencional de atividades que articule ação, percepção e sensação é fundamental para a ação pedagógica com bebês. Foi pensando nisso que nós do CRINFANCIA, apresentamos para hoje uma dica pedagógica que tem como objetivo propiciar o contato de crianças pequenas com diversas formas de exploração dos materiais e que ao mesmo tempo possa ampliar o seu modo de mexer com eles. Para isso, que tal oportunizar o contato e a manipulação de diferentes melecas?
As melecas são produzidas a partir de receitas que misturam texturas diferentes feitas para manipular e usar em diferentes suportes, para saber mais clique aqui. Essas receitas podem combinar água fria ou morna com amido de milho, farinha de trigo, anilina, guache, sagu e cola, entre outros, procurando evitar elementos tóxicos, já que podem ser levados à boca.
 
Sugerimos que atividades como essas sejam realizadas com certa regularidade, ou seja, uma ou duas vezes por semana no decorrer de 30 a 50 minutos. Segue abaixo, algumas dicas para realização de atividades utilizando essas misturas:

Ø Prepare as receitas na frente das crianças, apresentando cada ingrediente separadamente. Em seguida misture-os para que todos observem as modificações. Durante o preparo faça alguns questionamentos como, por exemplo, “Se acrescentarmos mais farinha o que vocês acham que vai acontecer?”
Ø Ao acrescentar guache ou anilina chame atenção das crianças para mudança de cor.
Ø Permita que coloquem a mão na massa;
Ø Cole diferentes papéis no chão ou na parede, para que as crianças possam passar a meleca.
Ø Caso alguma criança recuse colocar a mão na mistura, ofereça algum instrumento, como um palito de sorvete, que permita o contato indireto.
Ø No decorrer da atividade observe e registre algumas reações:
– Percebe as diferentes temperaturas?
– Sorriem, gritam ou de que outra forma se expressam?
– Reconhecem as cores presentes nessas misturas?
 
FONTE: Revista Nova Escola, edição nº 260 de março de 2013

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *